Quando uma gravidez pode ser detectada?

  • Categoria: Saúde
  • 558 Visualizações

DETECTANDO UMA GRAVIDEZ
A gravidez é um momento muito especial em grande parte das famílias, principalmente das mulheres. A chegada de um novo membro na família é, por muitas vezes, celebrada com grande alegria e acaba transformando a vida e rotina de todos os envolvidos. Logo após a descoberta da vinda do bebê, é natural que os pais fiquem ansiosos, em busca de um nome para a criança, roupas e mantimentos para recebê-la da melhor maneira possível.

Se a mulher já possuía o desejo de engravidar ou então é tomada pela surpresa da notícia, os primeiros sinais devem ser analisados com precisão e com os cuidados necessários. Em geral, os primeiros sintomas são sentidos logo nas semanas seguintes após a concepção. Enjoos, náuseas e vômitos matinais (principalmente após a 6ª semana de gravidez) são algumas alterações do organismo feminino ao sentirem a presença de outro ser vivo que ainda irá nascer, como também a distensão abdominal, falta de apetite, flatulência, fadiga e outros sintomas também poderão ser sentidos.

As alterações hormonais podem gerar sintomas diferenciados nas mulheres em início de gravidez. Em sua maioria, as gestantes podem sentir grande sensibilidade os seios e mamilos, como também o seu aumento no volume. Isto se deve a grande quantidade de hormônios produzidos para estimularem as glândulas mamárias em preparação para a amamentação. As auréolas dos seios podem receber uma coloração mais escura, pois há aumento de fluxo sanguíneo na região. Por conta da queda da glicose no sangue e da má alimentação das gestantes (devidos aos enjoos e náuseas frequentes), estas podem passar por quedas de pressão frequentes, tonturas e dores de cabeça, além de não resistirem a odores muito fortes (como de perfumes, alimentos ou até mesmo cigarro). Com as alterações hormonais, as mulheres grávidas também podem ser acometidas de variações de humor constantes, elevando as emoções e aguçando sentidos. A gestante também pode perceber que a pele fica mais oleosa e, com isso, o surgimento de algumas espinhas.

Um dos sintomas mais sentidos pelas mulheres em início de gestação é o atraso menstrual. A menstruação ocorre por causa da escamação do endométrio, que é provocado pela atrofia do corpo lúteo se o óvulo liberado no ciclo menstrual não for fecundado. No caso de gravidez, este óvulo é fecundado e todo o processo restante não ocorre, impedindo de ocorrer a menstruação e causando seu atraso. A gestante em fase inicial também pode perceber uma coloração rósea no corrimento vaginal, que é causada pelo sangue eliminado quando o espermatozoide entra no óvulo e se desloca até o útero. As cólicas menstruais deste período são sentidas devido ao aumento de fluxo sanguíneo na região da pélvis, a fim de preservar o embrião e desenvolver a gravidez. Os inchaços abdominais também são sentidos, por conta do crescimento do útero e alterações pélvicas que ocorrem neste período.

Assim que a mulher sentir os primeiros sintomas de gravidez, é aconselhado a ela que sejam realizados exames para a confirmação do ato, de maneira que se possam iniciar os cuidados e procedimentos corretos em prol da saúde da mãe e, principalmente, do bebê. Um dos testes realizados que pode ser feito facilmente é o conhecido teste de farmácia, vendido livremente e sem a necessidade de indicações médicas. Os testes de farmácia são razoavelmente confiáveis (tendo 95% de acerto) e garantem um diagnóstico rápido 10 dias após a ovulação. O resultado é visível logo após o teste e deve ser complementado com exames laboratoriais, para que não haja dúvidas ou enganos por conta do método utilizado.

Os exames laboratoriais, indicados por médicos especialistas, podem ser realizados após a primeira semana de fecundação. Estes exames garantem 100% de certeza para as mães, pois revelam a quantidade de hormônio Beta HCG (gonadotrofina coriônica humana) produzido somente no período de gestação, além de informar a contagem de semanas de gravidez. Os exames podem ser feitos por meio de coleta de urina, de sangue e de soro da mulher, mostrando resultados precisos até 4 horas após a realização dos mesmos. O ultrassom, método que utiliza de tecnologias e por especialistas, pode ser realizado a partir do 42° dia do ciclo menstrual e podem revelar imagens e sexo do bebê, bem como batimentos cardíacos do embrião, quando estiver no tempo correto para estas visualizações.

Assuntos Similares

Comentários: