O que são as normas da ABNT?

  • Categoria: Educação
  • 773 Visualizações

ABNT é a sigla para Associação Brasileira de Normas Técnicas, uma entidade sem fins lucrativos que garante a normatização técnica no Brasil, ou seja, as normas para trabalhos acadêmicos e demais critérios técnicos.

O órgão é responsável pelas normas que muitos estudantes precisam utilizar em seus trabalhos acadêmicos, mas vale ressaltar que estas normas são facultativas, ou seja, cada universidade determina como usá-las. As normas da ABNT são protegidas por direitos autorais.

A entidade privada existe no país desde 1940. O objetivo da associação é garantir a base normativa que determina o desenvolvimento tecnológico do país. Essa padronização é importante, pois confere credibilidade às monografias e trabalhos acadêmicos.

As normas da ABNT também dizem respeito às informações relativas à fabricação de produtos, requisitos de segurança, transferência de tecnologia, saúde e preservação do meio ambiente.

ABNT no TCC


As normas técnicas da ABNT são exigidas por diversas universidades, principalmente no momento da entrega do tão temido TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). As regras são usadas e aceitas internacionalmente e, no Brasil, precisam ser regulamentadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas.

A ideia de ter um órgão como a ABNT é uniformizar o trabalho de pesquisa, criando um padrão de compreensão mundial. Este padrão é indicador de segurança, credibilidade e originalidade das pesquisas e trabalhos científicos desenvolvidos no Brasil. A ABNT contribui, dessa forma, para o avanço do trabalho científico no país.

Boas práticas de pesquisa


Entre as principais determinações das normas da ABNT está a obrigatoriedade de citar as fontes e referências bibliográficas utilizadas no trabalho acadêmico. As regras estão estabelecidas em documentos que foram aprovados e reconhecidos por organismos brasileiros, criando, assim, um consenso de diretrizes entre a comunidade científica.
Apesar de não serem obrigatórias por lei, as normas são aplicáveis para garantir as boas práticas de pesquisa, gestão, legislação, inovação e avanços tecnológicos.

Comentários: