O que pode ser quando o cabelo cai muito?

  • Categoria: Saúde
  • 543 Visualizações

A queda de cabelos é algo bastante comum, principalmente em épocas mais frias do ano, quando há uma diminuição na irrigação da raiz dos fios de cabelo por nutrientes e sangue. Isso diminui normalmente quando chega a primavera e o verão. É normal, também, que em um determinado período da vida, os cabelos caiam com maior intensidade, já que assim como nós e todas as partes do nosso corpo, nossos cabelos passam por etapas: anágena, catágena e telógena.

Na primeira fase, há o crescimento do fio e pode ter uma duração entre 2 e 6 anos. A segunda, é a fase intermediária, quando o fio amadurece. Essa fase dura entre uma e duas semanas. A última fase, por sua vez, é a queda dos fios mortos. Nesse período que encerra o ciclo, a duração é entre cinco e seis semanas, e depois se inicia um novo ciclo.
Existem fatores, entretanto, que podem intensificar a queda dos cabelos.


Quando se preocupar com a queda dos fios?

Apesar de ser algo bastante comum, a queda dos fios de cabelo costuma preocupar muitas pessoas. Com isso, acabamos fazendo uso de inúmeros produtos cosméticos que, teoricamente, auxiliam no controle da queda dos fios. Mas será que é preciso? Segundo Angélica Pimenta, dermatologista, a queda somente deve ser motivo para preocupar-se quando, diariamente, perde-se mais de 15% dos fios.

Ainda segundo a dermatologista, você pode fazer um teste, em casa, para saber se deve procurar ajuda de um profissional. Segure os cabelos com uma mão e puxe os fios. Se caírem mais do que 15 fios de uma vez só, procure um dermatologista. A queda diária normal é entre 50 e 100 fios, portanto fique tranquilo, pois temos, normalmente, mais de 100 mil fios de cabelo no couro cabeludo.

Além disso, existem outros sinais para a queda anormal, como as falhas do couro cabeludo, por exemplo. Existem, entretanto, alguns casos especiais de aumento de queda dos fios que não devem gerar preocupações, como mulheres que acabaram de ter filhos, e a queda intensa dos fios quando lavamos e escovamos os cabelos.


Causas para a queda dos fios

Em homens a perda dos fios é bastante comum, e é chamada de alopecia androgenética, ou simplesmente calvície. Nesse caso, pode ser causada pela genética, em si, e existem tratamentos que podem ajudar. A queda por hereditariedade, ao contrário do que muitos pensam, pode afetar também às mulheres, apesar de ser mais comum em homens.
Nas mulheres, a queda dos fios pode ser causada por doenças autoimunes e infecciosas, amamentação, deficiência de ferro, doenças da tireoide, entre outras. Mudanças hormonais e no metabolismo também podem causar a queda temporária dos fios, assim como medicamentos usados para o tratamento de pressão alta, problemas cardíacos, depressão, artrite e câncer. O estresse e a ansiedade podem também, relacionadas ou não a experiências traumáticas, estar relacionados à queda dos fios.


Tratamentos para queda dos fios

Antes de iniciar um tratamento por conta própria, é essencial procurar ajuda médica, pois é possível que a queda seja causada por uma doença, sendo caracterizada como um sintoma. De nada adianta, diante dessa situação, tratar a queda e não a doença, pois será um problema recorrente. Entretanto, os medicamentos mais comumente usados por médicos dermatologistas para tratar a queda dos fios são o pantogar, finasterida, betatrinta e avicis. Não use nenhum medicamento sem acompanhamento médico e siga exatamente as instruções do profissional de saúde.

Assuntos Similares

Comentários: