O que pode ser quando a pessoa sente muito sono?

  • Categoria: Saúde
  • 713 Visualizações

É bastante comum ouvirmos queixas a respeito de sono excessivo e cansaço, e associarmos isso à rotina que temos levado que, a cada dia mais, se torna mais e mais intensa. Isso, entretanto, pode ser um sinal de seu organismo de que algo está errado no seu corpo. Quem nunca teve problemas com bocejos em situações inapropriadas, não é mesmo? Mas é claro que nem sempre se trata de doenças, pois podemos sentir sono excessivo um ou outro dia da semana em decorrência do excesso de trabalho.


Quais são as principais causas do sono excessivo?

Estresse e cansaço: rotinas intensas demais podem ser causadoras do excesso de sono, que pode atrapalhar atividades diárias e se tornar uma bola de neve se não atentarmos à importância de dormir as horas necessárias para a boa saúde. Se for devido ao cansaço, está na hora de você rever seus hábitos, pois dormir pouco pode aumentar os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares.

Sedentarismo: se você, ao subir as escadas, já fica exausto, isso pode indicar que você pe sedentário. Não praticar exercícios físicos faz com que, ao menor sinal de esforço, você se sinta cansado. Isso acontece em decorrência do sistema cardíaco e sua falta de condicionamento. Não tem outro remédio que não seja a mudança de hábitos.

Anemia: outra das causas comuns, é a anemia, que refere-se à diminuição da hemoglobina, que é responsável por levar, pelo corpo, os nutrientes e o oxigênio.

Alergia ao glúten: alergia ao glúten pode nos deixar sem energia, pois ela causa irritação no intestino, o que diminui a absorção das outras substâncias, essenciais para o nosso organismo funcionar a todo vapor.

Tabagismo: o tabagismo também causa muito cansaço por diversos motivos. O primeiro deles é o excesso da concentração de monóxido de carbono no sangue, que faz com que a concentração de oxigênio diminua. Além disso, há perda desnecessárias de energia, pois substâncias do cigarro aceleram o catabolismo. Isso tudo, sem contar os danos ao pulmão, cujo funcionamento saudável é essencial para a sua saúde.

Diabetes: o diabetes não controlado pode também ser responsável por esse cansaço, já que causa o desequilíbrio do metabolismo, aumentando o cansaço.

Hipotireoidismo ou hipertireoidismo: outra causa bastante comum, são os distúrbios da tireoide. Ambos sofrem com o cansaço, pois há alteração no funcionamento do metabolismo: no hipotireoidismo, o metabolismo diminui seu funcionamento, diminuindo o coração também. Tudo, segundo o endocrinologista César Hayashida, fica mais lento. Para o hipertireoidismo, é o contrário: o organismo fica acelerado, de forma que o coração bate mais acelerado e o organismo faz esforços desnecessários.

Síndrome da fadiga crônica: sem causa identificada e associada à fibromialgia, a síndrome da fadiga crônica causa quadros de cansaço que não melhoram nem com o descanso. A doença tem a fadiga como um de seus principais sintomas.

Depressão: a depressão também pode causar esse sono incontrolável, assim como a falta de forças para fazer atividades normais e diárias.

Doenças cardíacas: a fadiga é um dos primeiros sinais que o coração dá de que há algo errado. Isso porque quando não está funcionando corretamente, não irá bombear o sangue com a mesma eficácia, causando o cansaço.


Como diagnosticar?

Para diagnosticar se há realmente algum problema com relação ao sono excessivo de um determinado paciente, será necessário realizar a análise clínica. Normalmente é preciso fazer a polissonografia de noite inteira, que é realizada em laboratórios do sono. Nesse exame, o médico poderá analisar variáveis respiratórias, além de paradas respiratórias e neurológicas, queda de oxigenação, movimento das pernas, ranger dos dentes, ronco, eletroencefalograma, entre outros.

Assuntos Similares

Comentários: