O que pode ser pernas e pés inchados?

  • Categoria: Saúde
  • 1173 Visualizações

Pés e pernas inchados podem ser sintomas muito comuns, relatados por inúmeras pessoas diariamente. Quando indolor, esse problema é ainda mais comum, principalmente entre mulheres e idosos. Isso pode afetar uma ou as duas pernas, envolvendo os pés, panturrilha e até mesmo as coxas. É mais visível, entretanto, na parte inferior do corpo devido aos efeitos da gravidade. Mas o que pode causar esses sintomas?


Quais são as principais causas?

As causas mais comuns de inchaço nas pernas, pés e tornozelos são o tempo excessivo em pé; viajar por bastante tempo de avião, carro ou ônibus sem se levantar; período menstrual e gravidez nas mulheres, sendo que este último fator pode ser sinal de pré-eclampsia, uma condição bastante séria que merece atenção entre as gestantes, e pode envolver ainda a pressão alta, e é chamado de toxemia gravídica; peso excessivo; idade avançada; e lesões ou traumas nos tornozelos ou pés.

Pode, entretanto, ser um sinal de outras doenças mais sérias que envolvem a quantidade excessiva de fluídos no corpo, como insuficiência hepática, insuficiência renal e insuficiência cardíaca.
Existem ainda outras condições que podem indicar inchaço, mas são menos comuns. São elas coágulos sanguíneos; infecções da perna; insuficiência venosa; varizes; queimaduras; picadas de insetos; fome ou desnutrição; cirurgias realizadas na região; e bloqueio dos gânglios linfáticos nas pernas.


Alguns remédios têm como efeito colateral o inchaço nas pernas, como hormônios (estrogênio presente em pílulas anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal e também testosterona); medicamentos para baixar a pressão arterial (bloqueadores de canais de cálcio); esteroides; antidepressivos; entre outros.


O que fazer?

Você deve procurar ajuda médica principalmente se sentir falta de ar, dores no peito e pressão ou aperto na região do peito. Se apresentar também a diminuição da diurese, história de doenças hepáticas, vermelhidão ou quentura na região inchada, febre ou for gestante, consulte um médico imediatamente.

Em casa, você pode elevar as pernas na hora de dormir, sempre acima do nível em que o coração se encontra, exercitar as pernas para ajudar a bombear os fluídos das pernas de volta para o coração, usar meias de compressão e seguir dietas com pouco sal, reduzindo, dessa forma, a retenção de líquidos e consequentemente o inchaço.


Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico será feito pelo médico responsável por meio de alguns exames, como de urina, radiografia do tórax ou de uma extremidade, ECG e exames de sangue, como por exemplo hemograma completo ou química do sangue.

O tratamento, por sua vez, dependerá muito das causas do problema. É comum indicação de diuréticos, mas lembramos que somente o médico está apto para indicar os medicamentos corretos, já que estes podem apresentar contraindicações e efeitos colaterais. Procure sempre orientação médica e não faça a auto-medicação.


Prevenindo o inchaço nas pernas e nos pés

Evite ficar parado em pé ou sentado por períodos prolongados e durante viagens, levante-se caminhar pelo ônibus ou avião sempre que possível. Se for viajar de carro, faça paradas e alongue-se de uma em uma hora, aproximadamente. Não use roupas muito apertadas nas pernas e faça exercícios regularmente. Se necessário, perca peso (sempre com acompanhamento médico, para indicação de métodos saudáveis e eficazes).

Assuntos Similares

Comentários: