Febre e dor no corpo: O que pode ser?

  • Categoria: Saúde
  • 32519 Visualizações

A febre ocorre quando a temperatura corporal, controlada por uma área do cérebro denominada por hipotálamo, se eleva de dois a três graus do normal (considerado 37°C - Celsius) por conta de ações externas, como infecções ou doenças dos órgãos. O organismo tende a reagir quando sente que algo está fora do normal e a febre é uma maneira de expelir o agente agressor do nosso corpo, com a intensão de se livrar destes males. Nos indivíduos adultos, a febre tende a diminuir em poucos dias; porém, no caso de bebês, a febre pode ser sintoma de alguma doença mais séria e merece atenção redobrada.

Quando um indivíduo passa a sentir febres e dores no corpo, é um sinal de que algo não está normal em seu organismo. São variadas as situações que podem ocasionar estes sintomas, que devem ser diagnosticados o quanto antes e por especialistas, para que a raiz do problema seja solucionada e o indivíduo receber o devido tratamento.

Se ambos os sintomas, febre e dores no corpo, ocorrerem ao mesmo tempo, podem ser um sinal de:

GRIPE: A gripe é uma infecção viral que atinge o sistema respiratório (nariz, seios nasais, ouvido, pulmões e garganta). O paciente pode adquirir, no mais grave dos casos, uma pneumonia por conta da quantidade elevada de internações hospitalares causadas pelos sintomas da gripe, que se iniciam com febre, dor muscular, de garganta e de cabeça, além de tosse seca. A gripe deve ser tratada pelos seus sintomas e a vacina contra a gripe é uma das maneiras de prevenção.

VIROSES: As viroses são infecções causadas por vírus, transmitidas geralmente no inverno por meio de aglomeração de pessoas em locais fechados, contato direto com infectados e por conta do adenovírus. Além dos sintomas como vômitos, diarreia, tosse, indisposição e falta de apetite, o indivíduo também é acometido de febre e dores no corpo.

MENINGITE: A meninge é uma membrana que envolve o cérebro. Quando a meninge fica inflamada, recebe o nome de meningite, tendo variados tipos e sintomas diferenciados. Este tipo de inflamação pode ser provocado por fungos, bactérias ou vírus, alergias, utilização de alguns medicamentos, inflamações variadas e até mesmo câncer. Os primeiros sintomas da meningite são similares aos da gripe (febre, dor no corpo e em partes isoladas, vômitos, náuseas, convulsões e mais), sendo diagnosticada com precisão após exames médicos específicos, como amostras de sangue e tomografias.

DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA: Estas três doenças, transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, tem assolado o país inteiro no último ano. Todos os cuidados e providências necessárias para exterminar este inseto têm sido tomados para que o número de infectados possa se reduzir e os sintomas desaparecerem. Apesar de serem transmitidas pelo mesmo mosquito, as três doenças citadas possuem complicações particulares que podem afetar tanto os bebês (com a microcefalia) e indivíduos de todas as idades. Os principais sintomas que estas doenças oferecem aos indivíduos incluem a febre e dor no corpo, fraqueza, vômitos, sangramentos, manchas no corpo e até ao óbito.

OTITE: A inflamação na orelha ocasionada por bactérias ou infecções virais é chamada de otite, que possui sintomas como a febre, dor no corpo, sensação de orelhas tapadas e até mesmo secreção purulenta.

Além de buscar um auxílio médico para diagnósticos mais precisos dos sintomas de febre e dor no corpo, o indivíduo que se encontra nesta situação pode aliviar estes sintomas de maneiras simples e seguras, como:

Compressas frias na cabeça, tronco e membros para que a temperatura corporal possa diminuir;

Banhos mornos também podem aliviar os sintomas, além de auxiliar na redução da temperatura febril e amenizar as dores corporais;

O descanso e repouso são fundamentais, pois evita que o organismo se sobrecarregue e que o caso possa se agravar;

Hidratação corporal com a ingestão de água em abundância, chás e sucos naturais, pois a febre pode provocar o suor excessivo no paciente, levando-o à desidratação;

A boa alimentação também permite que o indivíduo possa ingerir os nutrientes suficientes para a melhora do organismo, bem como no alívio de dores;

Os medicamentos devem ser ministrados por um médico especialista, pois cada caso em isolado pode ter um tratamento diferente. Porém, a ingestão de medicamentos deve ser realizada com precaução, para que o tratamento possa ser eficaz e não seja prejudicial ao restante do organismo.

Assuntos Similares

Comentários: